toda e qualquer coisa

Música prá casar

Posted in Música, Memória by Thalita on setembro 25, 2010

Eu até gosto um pouco e respeito muito música erudita, mas não tinha nada a ver eu casar com a Marcha nupcial de Wagner e Bolero de Ravel. O roteiro musical da cerimônia tinha que ser do nosso jeito. O trabalho foi conciliar os gostos musicais dos dois, escolher músicas que se encaixavam bem em cada momento da cerimônia e que ficariam legais no quinteto de cordas. Mas essa foi uma das funções mais divertidas da preparação do casório.

No meio dessa busca encontrei o Vitamin String Quartet, um grupo de músicos que criam versões em cordas para músicas populares (não-eruditas). Se você buscar na web vai encontrar um monte de versões, eles têm dezenas de álbuns e na Amazon dá para ouvir pelo menos um trecho de muitas das músicas. Eu fiz isso e ajudou bastante, apesar de não ter encontrado versão para todas as músicas que tinha escolhido.

Tínhamos que selecionar sete músicas, mas como para cada música “diferente” pagávamos um tanto a mais (para composição do arranjo, ensaio, etc.), então escolhemos somente cinco “diferentes” e as outras duas foram do repertório da orquestra mesmo.

As de repertório foram Moon river (do filme Bonequinha de luxo), para a entrada da daminha, e Here comes the sun (The Beatles), para os cumprimentos. As outras estão aqui embaixo.

Antes de mais nada eu preciso dizer que sou muito ligada em música, e na música em si muito mais que na letra.

Where is my mind?
do Pixies, versão para quarteto de cordas do Vitamin String Quartet, para a entrada do noivo e padrinhos.

As tears go by
do Rolling Stones, versão para quarteto de cordas do Vitamin String Quartet, para entrada da noiva.

Sea of love
Essa música foi originalmente gravada em 1959 por um cara chamado Phil Phillips, bem no jeitão anos 60 mesmo, e regravada (e transformada) muitas vezes por vários artistas, entre eles Iggy Pop, Robert Plant, Israel Kamakawiwo’ole e pela querida Cat Power, a versão que escolhemos foi a dela. Ainda bem que foi tocada só nas cordas, sem o vocal da Chan, porque senão o choro seria inevitável. Tocada na bênção das alianças.

Une année sans lumière
do Arcade Fire, versão também do Vitamin String Quartet, para os cumprimentos.

My wandering days are over
do Belle and Sebastian, tocada na saída.

Anúncios
Tagged with: