toda e qualquer coisa

Tron + corrida de carro: Nitronic Rush

Posted in Design, Tecnologia by Herbert on novembro 10, 2011

Ah se eu tivesse um PC…

Esse jogo foi feito por estudantes da Digipen Institute of Technology e é uma mistura insana de Tron e corrida de carro, que eles categorizam como Survival Driving Game. O ritmo é louco, o visual é louco e o preço será louco: grátis! Lembro que já fazem anos que exite um curso de games numa faculdade particular daqui de São Paulo. Por que que nunca lançaram algo remotamente tão animal?

Para conhecer mais sobre o projeto, visite Nitronic Rush.

Anúncios
Tagged with: , ,

Amon Tobin ISAM e Phoenix

Posted in Animação, Arte, Design, Música by Herbert on outubro 17, 2011

Vi hoje um post sobre esse músico, Amon Tobin, que confesso desconhecer completamente, mas que é realmente impressionante. Para seu tour, ele desenvolveu um palco composto de uma estrutura de diversos cubos empilhados, que recebe uma projeção de animação em cg para acompanhar a música durante os show.

Mas não é só uma simples projeção em uma tela tridimensional. É uma projeção que acompanha as hastes e faces dos cubos, ora realçando a estrutura, ora desintegrando os diferentes níveis para criar um único pano dimensional. É tudo muito bem sincronizado e o visual é, por falta de uma palavra melhor, retardado! E como minha habilidade descritiva não é suficiente (e necessária) para relatar o que realmente acontece, segue um vídeo:

Isso me lembra, outro dia procurei o clipe da música 1901, do Phoenix (música e banda no topo de minha playlist atual) e a idéia é bem parecida, apesar de muito mais simples, mas em sua simplicidade, o vídeo ficou animal. Curioso é que um tempo atrás, enquanto ouvia a música e passeava com meu cachorro, tentei imaginar um visual para ela e pensava em planos e geometrias com interferências (coisas que acontecem às 4 da manhã). Quando vi o clipe, deu arrepio de como a idéia era parecida (modesto). Segue o vídeo, na melhor qualidade que encontrei:

Tagged with: , ,

Samsung Omnia com Windows Mobile 6.1 – Lixo de celular

Posted in Cotidiano, Tecnologia by Herbert on março 23, 2010

Não estranhe o título – é grande e foi feito com um propósito muito específico: aparecer bem no google para que o máximo de pessoas vejam esse review.

Infelizmente, numa decisão entre 3 celulares, escolhi contra todos os meus instintos e conhecimento prévio e peguei esse Samsung Omnia com Windows Mobile. Minha cabeça dizia “Não!!! Vc já teve um celular de fabricante coreano – LG – e a coisa não prestava nem para calçar uma cadeira, quanto mais para fazer uma ligação, e Windows, meu Deus, vc não já aprendeu o suficiente no mundo dos PCs para saber no que não se meter?”, mas eu estava determinado a não ser preconceituoso edar uma chance desses fabricantes de mostrar um bom trabalho. Ledo engano, porque apesar de conter uma lista impressionante de funcionalidades, nenhuma delas funciona direito. Bem, uma funciona, que é o gerenciador de email. Mas a lista que não funciona é muuuuito maior:
– demora quase um minuto para o aparelho ligar. Sério, são 30 segundos só com uma tela escrito Samsung;
– o alarme só funciona com o aparelho ligado(!!!!!!);
– sistema operacional confuso, inconsistente e instável;
– softwares de terceiros tende a não funcionarem na primeira, segunda ou terceira tentativa de abrí-los, simplesmente dá pau nos .exes;
– o GPS mal funciona, fora que achar ele na bagunça que é esse sistema operacional é missão quase impossível;
– a bateria tem duração mediana quando todas as funções paralelas estão desligadas, mas basta utilizar um pouco a chip wi-fi ou baixar emails pela operadora do celular e a bateria se vai num instante;
– chamar o Internet Explorer que ele possui de browser é ser de uma generosidade quase santa;
– o teclado é muito apertado e é necessário contar com capacidade do celular em distinguir entre as 3 teclas que você apertou qual que é a que você realmente gostaria de apertar;
– para quem tem Mac, mais um problema: o aparelho não sincroniza de maneira nenhuma com o OSX, nem por bluetooth. Eu preciso mandar todas as fotos que bato com ele por email para mim mesmo;
– para quem tem Claro: recebo pelo menos 3 mensagens diárias de promoções da Claro. Ao tentar desativar esse “serviço” com a operadora, me informam que isso é feito pelo celular, mas a atendente se recusa a acreditar que o software da Claro instalado no celular simplesmente não possui a função que ela me diz estar lá, mesmo quando eu listo todas as possibilidades para ela. Ou seja, se prepare para o torpedeio;
– eu sei que já falei do sistema operacional, mas vale a pena falar de novo: é confuso, inconsistente e instável!

Enfim, aqui está minha experiência com esse celular. Não acredita? Ponha a prova. Eu desaconselho, no entanto, gastar a fortuna que pedem por esse pedaço de “mal caminho”, pois eu não considero que nem os 50 reais que gastei para tê-lo (gastando muito crédito que eu tinha acumulado, obviamente) foram bem gastos. Celular coreano fabricado no Brasil? Nunca mais. Windows Mobile? Recomendo somente aos meus inimigos.

[update]

1.Sim, Nokia é Finlandês e Motorola eu creio que seja norte-americano.

2. Existem 2 versões de Omnia Pro da Samsung: uma com o teclado físico, que é o celular que eu mostro aqui e é o que eu tenho. O outro possui uma tela touchscreen. Eu vi diversos comentários sobre o uso do Windows Mobile 6.5 ao invés do 6.1; bem, isso só é possível, pelo menos por enquanto, no celular com touchscreen e eu realmente ouvi dizer que, apesar de não solucionar todos os problemas, essa nova versão melhora muito a usabilidade do celular. A Samsung e a Claro me informaram que haverá um update da versão do WinMo para o celular com teclado, mas que isso só virá em mais alguns meses. Eu ainda fui advertido que fazer esse update manualmente será perigoso, com o risco de bloquear permanentemente o celular(!).

Enfim, nada disso me importa mais, pois eu troquei o celular. Voltei para a Sony Ericsson e não quero saber desse desperdício de matéria prima nunca mais. Também não pretendo usar qualquer celular com WinMo 7, pois li que devido ao fracasso da versão anterior, a Microsoft começou tudo do zero e que está muito cheio de bugs. Eu adoraria poder dar uma chance para o Android ou até mesmo o WebOS, que é/era da Palm, mas o primeiro só está em celulares muito caros e fracos aqui no Brasil e o segundo nem chegou por essas praias. Por todas essas razões e pelas que eu coloquei no post original, eu só me aventurarei no reino dos “celulares inteligentes” se for para ter um iPhone, um Nexus One ou algum outro Android. Para mim, chega de  Windows e fabricantes coreanos.

Buenas sortes a todos que se aventuram nessas praias.

[update 2]

Pelo que sei, até hoje (26/01/2012) esse modelo de celular não está apto a receber o update de software. Não que isso importe mais, pois é um celular já bem ultrapassado, apesar de ainda ser vendido.

GPS e alguns dos programas e jogos simplesmente se autocorromperam e não funcionam mais. Vai saber porque isso aconteceu, já que nunca instalei ou desinstalei nada.

Outra coisa é que mudei de opinição sobre o Windows Mobile 7 depois de ler muitos reviews e comentários. Acredito que sua interface é a única verdadeiramente diferente e à altura do iOS, com paradigmas de funcionamento que eu acredito serem realmente novos e interessantes. Além disso, dizem que os celulares com esse sistema têm hardware muito bom e que a experiência do usuário é muito fluida. Infelizmente, pelo que sei, ele não é compatível com macs, o que diminui muito suas funcionalidades para mim, mas para quem usa pc, parece ser uma ótima pedida.

Tagged with:

Quanto seu carro polui?

Posted in Cotidiano, Tecnologia by Herbert on setembro 16, 2009

Poluição

Todo mundo sabe que carros poluem e o fato de 85% dos carros que saem das fábricas hoje em dia serem flex demonstra o grande avanço na concientização das pessoas e das montadoras em produzir carros mais “limpos”. E não estou sendo inocente, pois afinal, se não tivessem consumidores, os carros flex teriam desaparecido assim como os à álcool quase fizeram na década passada.

De qualquer forma, o fato é que a preocupação com a qualidade do ar que respiramos tem se tornado cada vez mais presente (principalmente porque temos sofrido com isso) e temos cada vez mais tomado decisões para reverter esse quadro preocupante de hoje. Nesse sentido, o Ministério do Meio Ambiente lançou recentemente uma tabela com diversos modelos de carros, de várias montadoras, com dados sobre a poluição gerada por cada um. Pelo que vi, foram testados somente modelos 2008, pois a pesquisa é nova, mas já é um começo e serve razoavelmente como base de comparação e, apesar de ser um pouco chato de mexer, o site permite comparar diretamente os modelos baseando-se em notas, definidas pelo nível de poluentes lançados na atmosfera.

Vale a pena conferir, a surpresa pode ser grande. E se você pensa em mudar de modelo em breve, está aí algo mais que se pode colocar na balança, além de se o carro vem com rodas aro 13″ ou 14″.

Tagged with: ,

Salvação ou extensão do martírio

Posted in Cotidiano, Design, Tecnologia by Herbert on agosto 28, 2009

windows-7-logo

O Windows 7 está para chegar e fico pensando se haverá algum impacto positivo no meu cotidiano. Como usuário de Mac, o primeiro pensamento é “não”, mas ao parar para pensar um pouco mais, acredito num “talvez”.

Em primeiro lugar, eu realmente acredito ser bom a Microsoft lançar um produto melhor que seus antecessores (diferentemente do Vista). Digo melhor pelos comentários que vi em diversos lugares sobre pessoas que utilizaram as versões beta e de teste, que foram bem positivas. Está certo que vindo do Vista, não tinha muito como piorar a situação, mas enfim, vais ser bom ter uma competição mais acirrada com a Apple, que deu uma descansada nos louros e tem deixado a peteca cair em algumas situações, como no lançamento do Leopard muito atrasado e cheio de bugs, o que não era de se esperar de uma companhia que presa tanto pela qualidade.

Mas mais importante que isso, eu vejo o impacto que esse lançamento pode ter na vida dos designer, especialmente os de web. Como qualquer pessoa nesse meio, é mais que sabido que o Internet Explorer 6 – vulgo IE6 – é uma das piores mazelas da humanidade e deveria ser exterminado sem dó nem piedade. Até mesmo para o usuário comum, esse programa significa dor de cabeça, ainda mais para aqueles que não sabem que a vida poderia ser muito melhor se utilizassem uma das várias opções existentes. Mas afinal, no que a introdução do Win 7 poderia ajudar nesse assunto? Pois bem, tenhamos em mente que o IE6 é da geração do Windows XP e que todas as máquinas com o XP instalado têm como padrão o IE6, a não ser, é claro, que uma atualização tenha sido feita. No geral, o usuário comum fez essa atualização, pelo menos para o IE7, o que é um grande avanço, mas em ambientes empresariais a coisa é diferente. Não sei por que diabos, mas em empresas não é tão fácil fazer esse upgrade. Uma vez, um amigo programador me explicou que tem a ver com validação ou algo assim e que era um trabalhão e por isso que não era feito, só sei que não é feito e ponto.

Acontece que por conta disso, nós desgners temos que manter o suporte para o IE6 em nossos projetos, já que estatisticamente esse navegador continua relevante. E por infelicidade nossa, a Microsoft é do jeito que é e lançou o Vista, que tinha como navegador padrão o IE7, mas que é uma bela porcaria e ficou taxado como tal, o que desestimulou a maioria das pessoas e empresas de fazer a troca de sistema. Com isso, o XP e o IE6, ambos com perto de 10 anos de idade, continuam aí, atrasando o avanço.

Eis que então entra o Win 7 e o IE8 que o acompanha. Como a maioria das pessoas não fez o upgrade para o Vista, fica mais fácil se empolgar de trocar o XP pelo Win7. Caso isso venha a se concretizar, é possível imaginar que empresas também vejam com bons olhos essa troca e se livrem de vez do XP, conseqüentemente do IE6, vão para o Win7 e estaremos finalmente livres desse pepinaço.

Mas note que eu disse “talvez” e não “sim” para a questão do impacto positivo. Isso porque talvez troquemos apenas 6 por meia dúzia, já que mesmo sendo um navegador anos-luz à frente do IE6, o IE8 ainda está anos-luz de ser ideal, pois não é totalmente compativel com os padrões atuais e se não é nem isso, imagina daqui alguns anos? Será que teremos que esperar outra geração (ou duas) de sistema operacional da MS para podermos avançar novamente nos layouts de web? Espero que não. E infelizmente estamos falando de MS, que com seu retrospecto nada positivo no que diz respeito a qualidade e facilidade de uso de seus produtos, não me deixa muito esperançoso. Só torço para o pessoal de IT ter boa vontade e instalar de cara alguns outros navegadores, para que assim, pelo menos, não tenhamos que sofrem com validações para o IE8 nos anos vindouros.

Tagged with: , ,